segunda-feira, outubro 10, 2011

Parabéns Diogo!




Hoje o meu filhote faz dois anos. Foram dois anos terríveis e maravilhosos, com todas as coisas boas e más que ter um filho acarreta, mas que eu não trocava por nada deste mundo. Ele é a luz dos meus olhos, por ele eu era, como todas as mães, capaz de morrer ou matar. E ainda tenho a sorte de ter um filho tão lindo e esperto que me basta sair com ele de casa para perceber como fui abençoada!

Neste dia, lembro-me não apenas do que senti quando ele nasceu, da felicidade extraordinária de conhecer um ser que amava há 9 meses, mas também do que senti antes dele nascer, quando soube que tinha pé boto. Não foi dos momentos mais felizes, mas trouxe-me a possibilidade de conhecer muita gente boa e de partilhar momentos extraordinários com essas pessoas. Já aqui falei delas, mas um novo obrigada nunca será demais.

E lembro-me, também, da enorme quantidade de crianças que, neste país, nasce com pé boto e ainda não é tratada com o método de Ponseti. E fico triste, por essas crianças sofrerem o que o Diogo, felizmente, nunca sofreu, por esses pais que, infelizmente, têm que testemunhar o sofrimento dos seus filhos, tantas vezes sem saber que existe uma alternativa melhor, mais eficaz, mais barata e, principalmente, menos dolorosa e difícil para as suas crianças.

Assim, hoje, quando o Diogo apagar as velas do seu bolo de aniversário, e porque ele ainda não o pode fazer, vou ser eu a fazer um desejo: que todas as crianças neste país sejam tratadas pelo método de Ponseti, seja em que hospital for, por médicos certificados para o fazer, e que o Estado português, no meio de tanto dinheiro mal gasto, guarde algum do que se poupará com a enorme quantidade de cirurgias que se evitarão para comparticipar, pelo menos para as famílias que as não possam comprar, as botinhas e a barra de que essas crianças precisam para que possam crescer, como a Mafalda e o Francisco e, se Deus quiser, o Diogo, crianças felizes, com dois pés perfeitos e sem qualquer tipo de limitação, poupando assim ainda mais dinheiro ao Estado.

É este o meu desejo de aniversário do Diogo. Tudo o mais, Deus já me deu

6 comentários:

Catarina Carvalheira disse...

Bolas! Encheste-me os olhos de lágrimas! Beijinho para vocês!

Helena Mouta disse...

Beijinhos grandes, Catarina! Não tinha a menor intenção de te encher os olhos de lágrimas, mas ainda bem que gostaste. Sei que também partilhas deste desejo de aniversário!

Ana T. disse...

Helena, também eu não posso deixar de partilhar deste desejo. O meu Luis esteve quase a ser uma dessas crianças que passam pela cirurgia. Nessa altura não conhecia outras mamãs como tu mas felizmente encontrei uma médica que nos ajudou a evitá-lo.

Helena Mouta disse...

Ana, ainda bem que encontraste a pessoa certa, tal como aconteceu connosco. Tudo de bom pra vocês! Se precisarem de ajuda, estamos por cá.

Monica Paula disse...

É como a Catarina Carvalheira diz: Encheu-me de lágrimas nos olhos mas com um sorriso nos lábios! :)
Muitas Felicidades

Helena Mouta disse...

Mónica, vai ver que com a sua pequenina se vai passar tudo da mesma forma: o tratamento é rápido e indolor (pelo menos para eles :-) ) logo, logo vai ver a sua garota a correr tudo. Beijinhos e boa sorte com tudo!