quarta-feira, junho 15, 2011

Pãezinhos de Alecrim


Pois é… O diabo da massa é tão versátil e aquela mulher tem tantas ideias boas que eu tinha que a usar mais uma vez… No mesmo dia em que fiz os rolos de canela, com metade da massa, fiz estes pães de alecrim. Na verdade o alecrim foi só por cima, mas ficaram tão bons, mas tão bons, que também não sobrou nenhum!

Estes pães podem, perfeitamente, ser feitos com qualquer massa de pão, esta foi a que tinha à mão naquele momento. A ideia é perfumar levemente os pães com o alecrim e dar-lhes um brilho especial com a manteiga. Ficam deliciosos, embora bastante mais doces do que eu gostaria. Para a próxima, quer para fazer estes pães, quer para fazer os rolos de canela, vou cortar a quantidade de açúcar pela metade, é mais do que suficiente.

Ingredientes (para 12 pães – receita daqui):
Metade da massa dos rolos de canela
50 g manteiga
2 ou 3 hastes de alecrim fresco, lavadas e secas
Sal grosso

Preparação:
Fazer a massa como para os rolos de canela. Em vez de esticar, cortar em 12 bocados iguais. Para conseguir que os pães fiquem todos mais ou menos com o mesmo tamanho pode-se usar uma balança, mas eu faço simplesmente isto: formo um rolo com a massa, corto a meio, corto cada metade novamente a meio e cada bocado em três. É mais fácil de cortar pedaços mais ou menos homogéneos e dá menos trabalho do que pesar. Afinal, isto (ainda) não é nenhuma padaria!

Com cada bocado fazer uma bola: enrolar nas palmas das mãos e puxar a massa, de cima para baixo, para ficar com uma bolinha com a parte de cima bem esticada e lisa. Colocar num tabuleiro untado com manteiga (usei um tabuleiro de 20x35 cm). Deixar levedar até dobrarem de volume.

Derreter a manteiga no microondas. Retirar as folhas das hastes de alecrim e picá-las finamente. Pré-aquecer o forno a 200º.

Quando os pães tiverem dobrado de volume, pincelá-los cuidadosamente com a manteiga, para não perderem volume. Polvilhar com o alecrim (a gosto, eu usei relativamente pouco e acho que para a próxima ponho mais) e com uma pitada de sal grosso. Levar ao forno até estarem dourados, 15 a 20 minutos.

Tirar do forno, escaldar-se a tentar tirá-los logo do tabuleiro para os servir aos amigos que esperam na sala, desistir e levar tabuleiro e tudo. Comer e aceitar descaradamente todos os elogios como se a ideia e a receita fossem apenas suas ;-)

Sem comentários: